Avivamento: A igreja brasileira precisa disso!


Por Renato Vargens


Vivemos dias dificeis! Sem sombra de dúvidas a Igreja brasileira experimenta momentos extremamente conturbados. Se não bastasse as heresias do neopentecostalismo, experimentamos em nossos arraiais, a praga do liberalismo teológico.

Isto, posto, faço minhas as palavras do príncipe dos pregadores Charles H. Spurgeon:

"Necessitamos urgentemente de um avivamento da devoção pessoal. Este é, sem dúvida, o segredo do progresso da igreja. Se os crentes perdem a sua firmeza, a igreja é arremessada de um lado para o outro. Quando eles permanecem firmes na fé, a igreja continua fiel ao seu Senhor. O futuro da igreja, nas mãos de Deus, depende de pessoas que na realidade são espirituais e piedosas. Oh! que o Senhor levante mais homens genuinamente piedosos, vivificados pelo Espírito Santo, consagrados ao Senhor e santificados pela verdade! Irmãos, cada um de nós precisa viver, para que a igreja continue viva. Temos de viver para Deus, se desejamos ver a vontade do Senhor prosperar em nossas mãos. Homens consagrados tornam-se o sal da sociedade e os salvadores da raça humana." 

Além disso, o pastor do Tabernáculo Metropolitano costumava dizer que ansiava pelo avivamento de antigas doutrinas:

"Queremos um avivamento das antigas doutrinas. Não conhecemos uma doutrina bíblica que, no presente, não tenha sido cuidadosamente prejudicada por aqueles que deveriam defendê-la. Há muitas doutrinas preciosas às nossas almas que têm sido negadas por aqueles cujo ofício é proclamá-las. Para mim é evidente que necessitamos de um avivamento da antiga pregação do evangelho, tal como a de Whitefield e de Wesley. As Escrituras têm de se tornar o infalível alicerce de todo o ensino da igreja; a queda, a redenção e a regeneração dos homens precisam ser apresentadas em termos inconfundíveis." 


Caro amigo, se desejarmos vivenciar um avivamento em terras tupiniquins mais do que nunca necessitamos regressar à Palavra de Deus, fazendo dela nossa única regra de fé, prática e comportamento, até porque, somente assim conseguiremos corrigir as distorções evangélicas que tanto nos tem feito ruborizar.

Com lágrimas nos olhos!

Renato Vargens
PROXIMA
ANTERIOR
Click here for Comments

0 comentários: