Vídeo polêmico da Igreja Universal diz que para namorar tem que ser dizimista. Assista na íntegra

Vídeo polêmico da Igreja Universal diz que para namorar tem que ser dizimista. Assista na íntegra
A Igreja Universal divulgou um vídeo ilustrativo para seus fiéis sobre a importância de ser dizimista.
O vídeo tem ligação com a filial da denominação em Americana, interior de São Paulo, e apresenta dois personagens, Paulo e Lucia, que se conhecem durante cultos da IURD e se tornam próximos. Quando Paulo demonstra interesse em namorar Lucia, também revela que recebeu aumento e que a primeira coisa a fazer será comprar um presente para a moça.
A orientação da Igreja Universal sobre os dízimos aparece nesse momento da narrativa, quando a personagem Lucia demonstra indignação com a atitude do pretendente. Ela afirma que a primeira coisa a ser feita com o dinheiro é dar o dízimo.
O personagem Paulo tenta se explicar, mas a garota se nega a ouvir as explicações e afirma que sem dízimo, não há namoro.
O vídeo repercutiu rapidamente na web, e internautas comentaram o vídeo com críticas, sátiras e elogios. No Genizah, o leitor Shepard ironizou: “Este vídeo deve ter sido criado para denegrir a imagem da Universal . Nunca que a garota ia pedir para ele dar o dízimo , como era para a Universal, ia mandar dar tudo , até o dinheiro do ingresso do cinema . Pedir dízimo é para os fracos , a Universal pede o ‘tudízimo’”.
Outro internauta, Jefferson Barros considera absurda a iniciativa: “Eu já vi coisas absurdas das ‘igrejas’ mas essa superou em tudo”.
Defendendo a didática da IURD, o internauta Ricardo Lipe afirma que “Embora o vídeo passa uma ideia mal editada, e os atores não são globais e nem ‘recordianos’. Fica a impressão de que é uma lógica banal do tipo: ‘não namore se não for dizimista!’. Mas quem tem sensibilidade espiritual, percebe que o âmago da mensagem é: se você não é fiel nem a Jesus por meio de algo tão básico, vai ser a mim?”, observa.
Assista abaixo ao vídeo “Escolha certa: dizimista”:
PROXIMA
ANTERIOR
Click here for Comments

0 comentários: