Um Relacionamento Feliz Começa Em Nós



A sociedade exercer uma forte pressão sobre as pessoas, ao impor a necessidade de um parceiro amoroso, condicionando a isso a felicidade, embutindo na mentalidade coletiva o falso conceito de que, quem não tem um namorado (a) não é feliz.

Ao permitir que esta pressão exerça influência, corta-se o contato íntimo consigo mesmo, o que a impedi de amadurecer conforme as experiências vividas, especialmente na juventude, uma fase tão complexa, cheia de anseios, sonhos e aspirações, gerando uma total descaracterização pela perca da identidade, tão essencial para trazer equilíbrio emocional.

A sociedade está descaracterizada, por isso busca-se no relacionamento uma forma de suprir as angústias, não é atoa que o início da vida amorosa é cada vez mais precoces, meninos e meninas, que devido a pressão exercida sobre eles, pularam etapas do desenvolvimento partindo para namoros, que trazem ainda mais mágoas e tristezas, e a pouca alegria, evapora na mesma velocidade que surge.

Tudo conspira para essa lamentável situação, desde os filmes, seriados e novelas, que obrigatoriamente inserem mocinhos e mocinhas, interagindo em jogos de sedução, sexo e traição às famílias que estimulam suas crianças a terem namoradinhos ainda na pré-escola, achando graça de algo que no fundo é prejudicial, especialmente na infância; e por fim músicas sentimentalóides  em que cantores mais choram do que cantam.

Claro que ter um relacionamento é importante, porém para que seja bom, é preciso uma mudança de atitude, a qual faça dele apenas um complemento para a felicidade e não a felicidade em si (o namoro é meio e não um fim em si mesmo), não se pode jogar a responsabilidade em ninguém para que faça o outro feliz, ao contrário deve-se mergulhar em si mesmo , em toda maravilha e beleza contida no interior de cada pessoa, omitida pelas amarras sutis da vaidade, egoísmo e preguiça, feito isso a felicidade emergirá do íntimo do ser.

A vida não se restringe a nada (principalmente a um relacionamento), ela é grandiosa, bela e cheia de possibilidades, sua felicidade depende de um aumento de interação com a vida: tente viajar, ouvir novos estilos de música, ler livros, fazer amigos, dar risada, pintar, tocar, dançar, admirar o nascer e por do sol, e entrar em contato com a manifestação Divina nas coisas simples.

Feito isso um namoro será como uma cobertura de bolo, deixando ainda mais gostoso, aquilo que já; um relacionamento saudável, leve, onde a conexão esta num simples olhar, e o coração continua a pulsar constantemente, e mesmo que não pulse, não tem problema, pois o relacionamento estará construindo numa base sólida, onde nada e nem ninguém poderá abalar, muito menos a sociedade. Eis a chave para uma vida interessante, fazer de tudo um complemento para uma felicidade que já deve existir.
PROXIMA
ANTERIOR
Click here for Comments

0 comentários: