Ore mais a Bíblia em 2013

2013-mais-ore

Olá leitores do VE. Como foi sua vida espiritual em 2012? Mais especificamente, como foi sua vida de oração em 2012? Fizemos uma pesquisa algum tempo atrás com vocês e as respostas foram as seguintes:
Você ora diariamente?
Sim (78%)
Não (21%)
Aparentemente, a maioria de vocês ora regularmente. Isso é muito bom! Só para deixar claro, não vale respoder “sim” se você só ora para comer (rs). De qualquer forma, queremos ajudá-lo a orar mais e melhor em 2013.

Oração Inspirada – Ore os Salmos

Você já parou para pensar que Deus inspirou um livro inteiro de oração na Bília? Sim, estamos falando dos Salmos. Provavelmente, sua resposta será “sim” e é bem possível que você ame os Salmo pela capacidade de expressar toda a gama dos nossos sentimentos (vitória, louvor, confissão, clamor, etc.). Contudo, Dietrich Bonhoeffer, no livreto Orando com os Salmos, chama a atenção para algo mais (algo que eu não tinha reparado ainda):
“Portanto, se a Bíblia também contém um livro de orações, isso nos ensina que a Palavra de Deus não engloba apenas a palavra que Deus dirige a nós. Inclui também a palavra que Deus quer ouvir de nós ouvir de nós, por ser palavra do seu amado Filho. Que graça imensurável: Deus nos diz como podemos falar e ter comunhão com Ele! E nós podemos fazê-lo orando em nome de Jesus Cristo. Os Salmos nos foram dados para aprendermos a orar em nome de Jesus Cristo” (Orando com o Salmos, p. 13)
Ou seja, o fato dos Salmos (e isso vale para outras orações na Bíblia, como o Pai Nosso, as orações de Paulo) serem inspirados não significa somente que Deus estava falando conosco, mas também que Deus estava falando conosco sobre como devemos falar com Ele. Bonhoeffer diz:
“Ao repetir as próprias palavras de Deus, começamos a orar a Ele. Não oramos com a linguagem errada e confusa de nosso coração; mas pela palavra clara e pura que Deus falou a nós por meio de Jesus Cristo, devemos falar com Deus, e Ele nos ouvirá.” (Orando com o Salmos, p. 11)
Como orar em meio aos problemas? Ore como Davi. Como confessar seus pecados? Ore o Salmo 32 (por exemplo).
Contudo, deixemos claro, não estamos falando sobre mera repetição para conquistar o favor de Deus (aquilo que Jesus proibiu em Mateus 6). Estamos falando sobre a mesma coisa que você faz ao cantar uma música: você faz das palavras de uma outra pessoa o seu louvor genuíno a Deus. Igualmente, faça das palavras do salmista a sua oração.
Há muito para falar sobre este assunto, mas Franklin Ferreira abordou o assunto de forma excelente em seu artigo “O uso dos Salmos na devoção cristã“. Recomendamos a leitura.


PROXIMA
ANTERIOR
Click here for Comments

0 comentários: