O Evangelho das facilidades.



     Creio que uma das coisas que deixa qualquer um que queira ensinar, o caminho delineado por Yahushua HaMashiach realmente chateado, é o fato de que a grande maioria das pessoas ainda não foi chamada por YHWH para ir até o Mashiach. Lamentavelmente o que vemos são pessoas induzidas, por sermões melosos e vigorosos, cheios de promessas, feitos por verdadeiros vendedores do evangelho da mentira, atraindo-as, umas após outras, a irem até o púlpito após o “apelo”, que se sabe lá, de onde tiraram tal ideia, fazendo-as repetirem aos prantos que aceitam ao “Senhor Jesus”, e assim agem (eu mesmo passei por isso no início de minha caminhada na busca da verdade a 34 anos), pois veem nesse ato uma forma de sanar seus problemas de saúde, de finanças, e vai saber de que mais.
     Durante muitos anos de minha vida fui vendedor, e com certeza era muito bom no que fazia, sempre consegui vender, seja lá o que fosse para quem quer que fosse, tinha realmente a qualidade (ou o defeito) de induzir o comprador a comprar, e ainda, a comprar de mim. Assim como esses pastores, vestia-me bem, com bons ternos, gravata, sapatos bem lustrados, cabelos penteados, a aparência de um verdadeiro vencedor, e isso, com certeza, produzia na mente de meus clientes a certeza de que o produto que eu vendia (mesmo que fosse o mesmo que outros tantos ofereciam) era o melhor, e as condições de pagamento, por mim oferecidas tornavam-se irrecusáveis, afinal alguém com a aparência que eu tinha só poderia ser alguém muito bem sucedido, e claro, isso devido ao bom produto que eu comercializava e ao grande volume de vendas que isso me proporcionava.
     Da mesma forma, que qualquer cliente, aqueles que buscam visitar uma “igreja”, não a visitam porque desejam um encontro com UL, mas sim, vão na busca de produtos/ganhos, que lhes possam ser oferecidos sem muito esforço e por bom preço, e ao escutarem o pastor/vendedor, logo se convencem de que é ali que com certeza encontrarão o melhor custo/benefício. Afinal 10% de seus ganhos não é muito em comparação com o tudo que lhes é prometido, a todos os benefícios que poderão usufruir se apenas forem até a frente do “altar da igreja” e dizerem ‘eu aceito a Jesus”.
     Passados alguns meses começam a perceber, que na realidade nada está mudando, continuam nas mesmas vidinhas que tinham, com os mesmos problemas, hábitos, temores, doenças, dívidas, angustias, ansiedades, sonhos, e o anseio de todas aquelas coisas que os gentios (gentios no mau sentido) buscam. (Mateus 6:31,32). Em contra partida, visivelmente percebem que o pastor/vendedor, a cada dia está mais bem vestido, e agora para não chegar atrasado ao culto, devido ao transito, utiliza um helicóptero, e para isso mandou construir um heliporto sobre o “edifício da igreja” (afinal para estes a igreja é o prédio), pois assim não só chegará no horário, como também evitará ter que entrar pela porta da frente, pois teria que passar por entre os fiéis e estes poderiam querer cumprimentá-lo e abraçá-lo, o que amarrotaria seu terno de tecido italiano, e ele não estaria tão bem apresentado, todo amarrotado, para poder vender o “evangelho” àqueles que estão chegando em busca do que ele sabe como oferecer. Então depois de um culto de pouco mais de duas horas (45 minutos de música alta e estridente, 20 minutos passando as sacolinhas, 25 minutos de apelo, 10 minutos de promessas, 10 minutos explicando a nova campanha para angariar fundos para a igreja e para trazer novos adeptos/clientes, mais 10 minutos de música altíssima, e finalmente um sermão de 5 minutos no qual alguns pastores chegam até a ler algum versículo bíblico fora de contexto), anuncia que precisam de mais ofertas, pois é necessário colocarem um elevador que o traga do heliporto até o púlpito, pois já está cansado de descer e subir os degraus da escada de acesso.
     Muitos dos que se acotovelam na “plateia”, deixaram de almoçar naquele dia para poderem pagar o transporte até a “igreja”, outros ali estão esperando que de alguma forma possam ter, pelo menos um pouquinho da prosperidade daquele “homem de Deus” que lhes fala e promete um mundo melhor, outros o ajudam dando testemunhos falsos, de curas, de crescimento e prosperidade financeira, etc. Se alguém da “plateia” disser que nenhuma benção recebeu, logo recebe como resposta que é “por falta de fé”. Alguns ao escutarem essa frase, deixam essa “igreja”, e vão para outro covil, onde novas promessas lhes serão feitas e durante mais algum tempo passarão dando boa vida a esses mercenários que blasfemam em nome de Yahushua HaMashiach que eles apelidaram de Jesus Cristo adotando as resoluções de sua mãe a grande prostituta de Apocalipse... (2Pedro 2:1-3).
     E assim vamos presenciando milhões de coitados entrando pela porta larga, atrás de uma esperança que só mesmo o mundo pode oferecer e trazer àqueles que estudam secularmente, que se dedicam à matéria e que por um punhado de moedas vendem sua chance de salvação eterna.
     Certa vez li um artigo, que agora não me lembro de quem era a autoria, no qual dizia que era mais fácil evangelizar um surdo, mudo e cego do que um evangélico! Na época fiquei até chocado com essa afirmação do autor, mas hoje depois de um pouco mais de vivencia bíblica, percebo que infelizmente isso é a mais pura realidade, pois não tem como “vendermos” ou “convencermos” as pessoas com o evangelho verdadeiro, somente o espírito de YHWH pode convencer o homem do pecado (João 16:8-14), e apenas YHWH pode levar o homem ao Mashiach (João 6:44), e apenas a quem for dado terá acesso aos segredos do reino (Mateus 13:10-15; 2Tessalonicenses 2:9-12). Mas esse evangelho pregado nessas “igrejas”, esse sim, é um produto que qualquer homem com um bom curso de oratória e de vendas o pode vender a qualquer “cliente” que busque benefícios carnais e materiais.
     Agora, aqueles que procuram evangelizar, ensinando o evangelho do Reino de YHWH, são ridicularizados, são postos de lado, são tidos como sonhadores, pois só “loucos” podem crer na loucura do evangelho do Mashiach, assim como deixou muito claro o apóstolo Paulo: “Porque a palavra do madeiro é loucura para os que perecem; mas para nós, que somos salvos, é o poder de YHWH. Porque está escrito: Destruirei a sabedoria dos sábios, E aniquilarei a inteligência dos inteligentes. Onde está o sábio? Onde está o escriba? Onde está o inquiridor deste século? Porventura não tornou YHWH louca a sabedoria deste mundo? Visto como na sabedoria de YHWH o mundo não conheceu a YHWH pela sua sabedoria, aprouve a YHWH salvar os crentes pela loucura da pregação”. [1Coríntios 1:18-21]
PROXIMA
ANTERIOR
Click here for Comments

0 comentários: