Grego para português entender

Os jogos olímpicos deste ano retornam a Grécia. As competições começam no dia 13 de agosto. Mas até lá há tempo para descobrir que o português e o grego antigo têm muitas semelhanças.


A Olimpíada é uma oportunidade de ver a Grécia com outros olhos. Se tende a ver o país como algo do passado, quase morto, petrificado em seus monumentos. Essas pedras vivem nos nossos tempos. Você pensa que eu falo grego? Acertou.


Para começar, o alfabeto vem de alfa e aberta, letras gregas. Os primeiros trabalhos de literatura do ocidente são os poemas de Homero: A Ilíada e A Odisséia. De anônimo a zoológico, até a palavra televisão vem do grego.

Além da linguagem, a arquitetura ocidental nasceu das formas dos tempos gregos. O Paternon é o mais famoso deles.

Mas se fossemos escolher apenas uma coisa, o que acabou sendo mesmo um ótimo presente de grego, seria a noção de bom gosto, de refinamento. Isso veio da Grécia Antiga. De lá para cá, quase 80 gerações de pessoas concordam que isso é bonito.

Filosofia, biologia, física e os sábios como Sócrates, Platão e Aristóteles desenvolveram o conhecimento da humanidade. Medicina na época se chamava higiene por causa da Higéia, filha de Asclépius – o deus da cura.

Quando você entrar em uma igreja, pense que foram os gregos que transformaram o nome Echua em Jesus. Os gregos que deram a ele o sobrenome de Cristo, que quer dizer aquele que é sagrado, ungido. Bíblia, profetas, anjos, apóstolos, bispos, monastérios, rosários, cemitérios e paraíso são todas palavras gregas. O que a gente deve aos gregos? Quase tudo.
PROXIMA
ANTERIOR
Click here for Comments

0 comentários: