O Novo Testamento escrito em grego?

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 
(Parte 26)



RESPOSTA: Sendo o mais simples possível e direto também. Temos basicamente 3 fontes para o chamado "Novo Testamento".




1- Os livros/manuscritos dos Notzrim. Manuscritos do Mar Morto.

Foram escritos em aramaico e hebraico, a maioria está em aramaico. Porém, algumas sofreram influência do Helenismo (religião/filosofia grega).

OBS: Historicamente o movimento dos 'notzrim' (se traduz como nazarenos, mas é errado), existiu pelo menos entre 100 e 200 anos antes da Era Comum, então temos basicamente o seguinte:


2- Essênios/Issim que, historicamente, são herdeiros legítimos dos "Manuscritos do Mar Morto.

Foram escritos em aramaico e hebraico, a maioria está em aramaico. Porém, algumas sofreram influência do Helenismo (religião/filosofia grega).


3- Gnósticos, são os verdadeiros cristãos, e tem uma literatura 'fora do comum', no bom e mau sentido.

Os textos gnósticos, foram escritos em grego (koine).

4- Manuscritos Gregos, a saber, Textus Receptus e o Codex Alexandrino e Vaticano. Detalhe as traduções portuguesas se basearam mais no Codex Alexandrino, que não é muito confiável.

Os textos, foram escritos em grego (koine).

5- Os livros de tradição greco-romana, que é um período bem tardio na 'História Cristã'.


As versões 'feitas/encomendadas' por Roma, o idioma será o latim.

CONCLUSÃO:

O que se tem hoje de Novo Testamento, é muito mais grego do que hebraico, os textos citados do Tanach são da versão Septuaginta e para o NT o texto base foi o Codex Alexandrino e Vaticano (Alexandrinus e Vaticanus).

Então, quando um pastor, padre ou algum teólogo diz que o NT foi escrito em grego, a considerar pelo que se tem hoje, realmente ele não está errado. Porém, se considerar 'versões', por assim dizer, mais antigas e que estão 'mais perto do que imagina', quem sabe um dia eles 'mudam' e passam a reconhecê-las? E se seguir uma linha de estudo crítica, contextual e 'cultural' perceberá que o que se tem hoje foi muito fabricado, aliás, costurado excessiva e 'astuciosamente', é uma pena, de verdade mesmo, que os pastores, padres (em especial) não admitam isso.

Traduções como a septuaginta,vulgata e outras.

http://www.bibliacatolica.com.br/12/1/1.php
PROXIMA
ANTERIOR
Click here for Comments

0 comentários: