Aprofundando na visão do Judaísmo da Unidade


O JUDAÍSMO DA UNIDADE EMBORA TENHA O TESTEMUNHO DE YESHUA OU YAOHUSHUA, NÃO COMPACTUA COM O SISTEMA RELIGIOSO CRIADO POR ROMA, NEM COM AS REFORMAS OU PRETENSAS RESTAURAÇÕES A ESTE SISTEMA. PARA NÓS NÃO EXISTE PONTE ENTRE JUDAÍSMO E CRISTIANISMO, MAS SEGUNDO AS PROFECIAS O RETORNO DE TODOS AO JUDAÍSMO, A CASA DE JACÓ, A TORAH DO ETERNO COMO LEMOS EM ISAÍAS 2:2-3, ENTRE OUTROS VERSÍCULOS.


Há dois mil anos Roma, ressuscitando o espírito de Esaú, criou um sistema religioso, usando a história do Messias Yaohushua, distorcendo-a, adaptando-a ao paganismo, e criando um messias próprio, que na verdade era a criação de um deus que substituiria do deus sol, ou seja, uma nova versão do deus sol romano. Este novo sistema religioso romano rejeitou a lei do Eterno, a Torah, e avocou o direito de "primogenitura", suscitando o Esaú dos últimos dias, que segundo as profecias será derrotando e cairá. Com isto, despertou o intuito de Esaú de "substituir" o povo judeu e avocar o direito de representar o Eterno de Jacó. A arrogância levou este sistema a proclamar a rejeição do povo judeu como nação sacerdotal e a declaração de conversão ou morte, que levou milhões de judeus a perderem suas vida, pela influência direta ou indireta deste sistema religioso criado por Roma. Ocorreram reformas e pretensas restaurações a este sistema, mas enquanto se mantém as bases desta religião falsa, nunca deixarão de ser membros diretos ou indiretos do sistema religioso de Roma, da casa de Esaú, embora estes novos movimentos possam atribuir a si mesmos outros nomes e alguns que lembram até nomes relacionados ao judaísmo ou este mesmo termo. As bases deste sistema criado por Roma para usurpar a primogenitura de Jacó, são a falácia da trindade e de que o messias é deus, a anulação da lei, a visão usurpadora de que a "igreja" substituiu Israel, e acima de tudo que o "messias", na versão romana, veio fundar uma "igreja", ou "nova religião" ou qualquer coisa que se assemelhe a este conceito.


Para isto, os manuscritos verdadeiros que relataram as palavras de Yaohushua e dos seus emissários "desapareceram" e manuscritos escritos 400 anos após a vinda do Messias são a base para o que conhecemos como Novo Testamento. Segundo a Bíblia Thompson, existem pelo menos 2000 erros no Novo Testamento, mas sabemos que a quantidade é maior, e de certa forma isto foi a mão de yhwh, a providência Divina, pois tornou impossível Israel aceitar o messias romano, com tantos erros nos textos e tanta incompatibilidade com o ensinamento da Torah. Hoje, nós do judaísmo da unidade, que temos o testemunho de Yaohushua, literalmente selecionamos criteriosamente nestes escritos (Novo Testamento) o que é verdade e o que são distorções, acréscimos e enxertos produzidos pelo sistema religioso romano, tendo como base algo bastante seguro, a Torah do Eterno. Ou seja, todo o texto que está desarmonioso com a Torah do Eterno é passível de erro e precisa ser investigado. Com isto descobrimos a origem de algumas destas distorções, como a pretensa imersão em nome da trindade, que é comprovadamente um enxerto do sistema religioso criado por Roma. O Judaísmo da Unidade embora tenha uma convicção muito clara e nítida de que Yaohushua cumpriu a vinda do Mashiach ben Yossef, vê a rejeição hoje em dia do povo judeu, na sua maioria, no que diz respeito ao Jesus romano, como algo lícito, na medida que o Jesus romano foi um versão criada por Esaú (Roma) e não reflete a revelação e o propósito do Messias Yaohushua.


Quanto ao Messias Yaohushua temos um blog explicando e mostrando os argumentos bíblicos de que de fato ele cumpriu a primeira vinda do Messias ben Yossef, o servo sofredor. Nas explicações não estão apenas textos da B'rit Chadashá e do Tanach, mas também estudos e escritos rabínicos. Na verdade temos mais materiais explicativos, os quais não divulgamos para não cair nas mãos do sistema criado por Roma, que tenta compulsivamente, até hoje, empurrar a visão do seu messias ao povo judeu, uma compulsão que foi o pano de fundo para ações que levaram a morte de milhões de Yaohudins (judeus).


Voltando à questão do Mashiach ben Yossef, provar que Isaías 53 se refere ao Mashiach ben Yossef, não é só uma tarefa nossa, mas existem vários escritos rabínicos que defendem o ponto deste capítulo se referir ao Mashiach ben Yossef, embora não atribuam diretamente a Yaohushua. Dizer que Israel é o servo sofredor, foi demonstrado em um programa que fizemos, que não tem consistência. Porém, nos libertamos desta compulsividade de empurrar a revelação do Messias Yaohushua ao povo judeu, pois enquanto Esaú estiver agindo o Messias não se revelará a Israel como Nação, pelas razões óbvias. Com o declínio de Esaú e a falência do sistema criado por Roma, que ocorrerá nos últimos dias, então todos voltarão ao D'us de Jacó e à Torah do Eterno, e nesta circunstância se revelará o Messias Yaohushua, sem que ninguém venha a confundi-lo com o Jesus romano, o deus criado por Roma para substituir o deus sol.


Esta compulsividade de "converter" judeus ao cristianismo, que se tornou um fracasso notório, mesmo quando os judeus estavam sob o jugo de nações cristãs, tinha dois objetivos, o primeiro de tentar consolidar a usurpação de Esaú, de tomar o lugar de Jacó, e Roma sair como vencedora nesta guerra religiosa, o que ,como já disse, fracassou, pois Esaú sucumbirá nos últimos dias, e todas as nações buscarão o Eterno de Jacó como lemos em Isaías 2:2,3. Outro motivo para esta compulsão, é a visão distorcida de alguns que atribuem a "conversão" dos judeus ao retorno do Messias, avocando para eles a "missão" de "converter" os judeus a todo custo, que também fracassou. Todas estas tentativas estão fadadas ao fracasso, pois foi dado a Israel, e de forma irrevogável, a posição de nação sacerdotal e representante legítima do Urlim verdadeiro, do Eterno de Jacó. Nós do judaísmo da unidade vivemos a Torah, consideramos o judaísmo como a única religião estabelecida pelo Eterno, vemos claramente nas profecias o retorno à fé judaica nos últimos dias, envolvendo não só o povo judeu, mas todas as nações (Isaías 2:2,3), afinal de contas o Judaísmo foi a única religião que ao ser estabelecida tinha milhões de testemunhas oculares, além do testemunho das nações vizinhas que ouviram falar dos feitos do Eterno, do Eterno de Israel. Quanto as outras religiões, foram todas criadas por um homem que recebeu uma revelação, que foi vista apenas por ele ou por meia dúzia de pessoas.


Na nossa visão, Yaohushua não veio criar uma religião, e a versão do messias romano que fez discípulos para fundar um novo sistema religioso é pura falácia e engano, que poderia ser totalmente desmantelado ao ler um texto da própria Brit Chadash, o texto de Atos 21, que deixa claro o propósito do Messias, que era abrir uma porta para o povo judeu fazer teshuvá em direção ao Eterno e retornar à Torah, e para pessoas de todas as nações se converterem ao Eterno. Mas uma vez podemos ver a providência Divina, pois embora Roma tomou posse dos escritos acerca do Messias e seus emissários, e os distorceu, mas não o fez por completo, deixando vários textos que podem ser aproveitados por aqueles que tem o testemunho de Yaohushua, mas não pertencem ao sistema religioso romano. Voltando mais uma vez a questão do Messias na nossa perspectiva, quanto a ele ser o servo sofredor e interceder por outras pessoas, e o próprio conceito de expiação, é uma visão muito bem explicada no Zôhar, na seção que fala sobre o Messias e como ele intercede por Israel e pelas nações.


O QUE O POVO JUDEU TEM REJEITADO HOJE É O JESUS ROMANO, O MESSIAS DE ESAÚ, MAS NA NOSSA CONCEPÇÃO, NÃO AQUELE QUE CUMPRIU A VINDA DO MASHIACH BEN YOSSEF, O QUAL TINHA MILHARES DE SEGUIDORES ENTRE O POVO JUDEU NO PRIMEIRO SÉCULO, MAS QUE ESTÁ ESCONDIDO A DOIS MIL ANOS E É MUITO POUCO CONHECIDO. QUEM REVELARÁ TUDO ISTO A NAÇÃO DE ISRAEL? NÃO SERÁ NENHUM GRUPO OU PESSOA, PORQUE TODA A REVELAÇÃO DA VERDADE QUE ATINGE A NAÇÃO DE ISRAEL É REVELADA PELO GUARDIÃO DE ISRAEL, O ETERNO, E SERÁ SEMPRE ASSIM.


Voltando a esta compulsão de converter o povo judeu, já entendemos que isto vem do espírito de usurpação de Esaú, que quer colocar o povo judeu sob o jugo do sistema criado por Roma, a fim de manter a falácia de que este sistema de Esaú tomou de volta a primogenitura que foi dada a Jacó. Então, se você tem o testemunho de Yaohushua, dentro da visão do judaísmo da unidade, não se inclua nesta campanha de Esaú, que está marcada pelo fracasso nestes últimos dois mil anos e está fadada ao fracasso final nos últimos dias. Mas viva a Torah e só ensine sobre Yaohushua para as pessoas que pedirem para você ensinar, pois um princípio que aprendemos na própria Torah e em praticamente todas as escrituras, diz que as revelações Divinas, e que as coisas preciosas só devem ser ensinadas àqueles que quiserem ouvir. Então nós do Judaísmo da Unidade não podemos cair nesta armadilha de agir como Esaú querendo empurrar "pela goela" a nossa visão de que Yaohushua cumpriu a vinda do Mashiach ben Yossef, porém por outro lado precisamos viver segundo a revelação que o Eterno nos deu, e não renunciarmos jamais a esta visão, pois ela está plenamente fundamentada na palavra do Eterno, ou seja, que o Eterno é UM, e só Ele é Urlim, de que Yaohushua é o Messias e cumpriu verdadeiramente a primeira vinda do Messias como Mashiach ben Yossef (e que ele foi criado pelo Eterno) e que a Torah é o único padrão de justiça estabelecido pelo Eterno, e o Judaísmo a única religião estabelecida pelo Eterno.


Alguns nos confundem com o sistema de Esaú e querem nos colocar como parte dele, e isto ocorre porque hoje em dia tem muitas pessoas usando kipá e talit, mas no coração não passam de Esaú disfarçados, pois nunca se libertaram das premissas de Esaú, e fizeram apenas reformas ou pretensas restaurações a este sistema, sem nunca terem se libertado dele. NÓS NÃO FAZEMOS PARTE DISTO, NÓS DA CONGREGAÇÃO ESTAMOS FORA DO SISTEMA DE ESAÚ, E VAMOS SEMPRE VIVER E MANTER NOSSAS CONVICÇÕES COMO RELATADAS ACIMA. Então aconselhamos a todos a terem esta convicção, não se dobrando ao sistema de Esaú, mas mantendo a revelação Yaohushua como Mashiach ben Yossef, a qual o Eterno revelou a vocês pessoalmente. Abaixo os vídeos e o blog para que todos tenham acesso.


Shalom!
PROXIMA
ANTERIOR
Click here for Comments

0 comentários: