Os Dez Mandamentos - Êxodo 20. 1 a 17




1 - Então falou o Eterno todas estas palavras, dizendo: Eu sou o Soberano teu Urlim, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão. Não terás outros deuses diante de mim.

2 - Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra. Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o Soberano teu Urlim, sou Eterno zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam. E faço misericórdia a milhares dos que me amam e aos que guardam os meus mandamentos.

3 - Não tomarás o NOME do Soberano teu Urlim em vão; porque o Soberano não terá por inocente o que tomar o seu nome em vão.

4 - Lembra-te do dia do Shabbat, para o santificar. Seis dias trabalharás, e farás toda a tua obra. Mas o sétimo dia é o Shabbat do Soberano teu Urlim; não farás nenhuma obra, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o teu estrangeiro, que está dentro das tuas portas. Porque em seis dias fez o Soberano os céus e a terra, o mar e tudo que neles há, e ao sétimo dia descansou; portanto abençoou o Soberano o dia do Shabbat, e o santificou.



5 - Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra 
que o Soberano teu Urlim te dá.

6 - Não matarás.

7 - Não adulterarás.

8 - Não furtarás.

9 - Não dirás falso testemunho contra o teu próximo.

10 - Não cobiçarás a casa do teu próximo, não cobiçarás a mulher do teu próximo, 
nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa 
alguma do teu próximo.
PROXIMA
ANTERIOR
Click here for Comments

0 comentários: