Beijo gay e a profecia do Talmud







Beijo gay e a profecia do Talmud
Faz bom tempo que eu não assisto a nada da Rede Globo, por razões óbvias: como eu poderia ter prazer em algo que é abominável aos olhos de YHWH? Se Yeshua nos chamou para abandonarmos o mundo, como poderia viver na imundície?

Prefiro estudar as Escrituras a contaminar-me com aquilo que é mundano, sujo, desprezível e abominável. Não é possível que a luz tenha comunhão com as trevas!

Escrevo estas palavras iniciais para dizer que não vi o famoso “beijo gay” na novela da Globo. Todavia, muitos crentes, fãs e ardorosos espectadores da Globo, viram o beijo, e agora se lamentam escandalizados. Não sei por que tanto reclamam. Afinal, pessoas carnais gostam de coisas carnais!

Porém, um fenômeno interessante ocorreu: até mesmo os crentes que assistem cotidianamente à programação bitolada da Globo dizem: “o mundo vai acabar”. A sensação do “fim do mundo” tomou conta do inconsciente coletivo.

Será que um “beijo gay” pode gerar o fim do mundo?

Resposta: sim!

Vejamos o porquê.

No dia 5 de maio de 2011, o Supremo Tribunal Federal reconheceu a união estável entre pessoas do mesmo sexo, abrindo as portas para que muitos casais homossexuais procurassem os Cartórios de Registro Civil para converter a união em “casamento gay”.

O beijo entre homossexuais exibido pela Globo é tão somente o ápice da exaltação da política gayzista, outrora chancelada pelo Pretório Excelso.

E o que isto tem a ver com o fim do mundo?

Há 1.500 anos, afirmou o Talmud que Elohim adiou executar severo juízo contra os gentios pois eles guardavam pelo menos três mandamentos:

“Disse Rabbi Yehudá: Estes são os trinta homens justos dentre as nações do mundo, em virtude dos quais as nações do mundo continuam a existir.

Ulla disse: Estes são os trinta mandamentos que os filhos de Noach (Noé) tomaram para si, mas eles observam três deles, a saber: (i) eles não elaboram um documento de ketubá (contrato de casamento) de homens; (ii) eles não vendem carne de mortos no mercado e (iii) eles respeitam a Torá” (m. Chulin 92b).



Na passagem acima, assevera o Talmud que YHWH retém o julgamento das nações dos gentios porque eles não permitem o casamento homossexual (“contrato de casamento de homens”), não vendem carne humana nos mercados e têm respeito pela Torá, ainda que não a guardem.

Ora, tendo em vista que atualmente há a possibilidade de casamento gay no Brasil e em diversos países do mundo, então, não existe mais razão para o ETERNO adiar o juízo sobre a humanidade. Ou seja, o fim do mundo realmente está próximo!!!

Que possamos nos lembrar das lições de Yeshua HaMashiach:

“Cuidado! Estejam alerta e orem! Pois vocês não sabem quando chegará o tempo.

Será como um homem que fez uma viagem, deixando sua casa, e deu autoridade a seus servos, e a cada homem o seu trabalho. E ordenou ao porteiro que vigiasse.

Fiquem atentos, pois vocês não sabem quando o senhor da casa voltará: à noite, ou no meio da noite, ou no canto do galo, ou de manhã,

para que, vindo no silêncio, não os encontre enquanto vocês dormem.

Porém, a coisa que eu digo, eu digo o mesmo a todos: Estejam acordados!”.

(Yochanan Marcus 13:33-37, tradução direta do aramaico).



Com a aprovação do casamento homossexual e a divulgação pública do beijo gay em horário nobre, as peças do quebra-cabeça se encaixam: o mundo brevemente chegará ao fim.

Enquanto isso, faça a sua parte: Desligue a Globo! Desligue seu ídolo!



EPÍLOGO



ܐܡܪ ܟܕ ܡܣܗܕ ܗܠܝܢ ܐܝܢ ܐܬܐ ܐܢܐ ܒܥܓܠ

ܬܐ ܡܪܝܐ ܝܫܘܥ

“Aquele que testifica isto diz: Verdadeiramente, eu venho logo.

Amen! Vem, YHWH YESHUA” (Guilyana/Apocalipse 22:20)


PROXIMA
ANTERIOR
Click here for Comments

0 comentários: