Estrela de David: símbolo pagão ou messiânico?




Estrela de David: símbolo pagão ou messiânico?

Atualmente, existem muitas pessoas que estão atacando a conhecida “Estrela de David”, afirmando que se trata de uma imagem pagã. Sustentam que a estrela é um símbolo que advém da adoração ao deus Molech (Moloque), conforme a dicção dos seguintes textos bíblicos:

“Antes levastes a tenda de vosso Molech [Moloque], e a estátua das vossas imagens, a ESTRELA do vosso deus, que fizestes para vós mesmos.
Portanto vos levarei cativos, para além de Damsek [Damasco], diz YHWH, Elohei Ts'vaot [Elohim dos Exércitos] é o seu nome” (Amos/Amós 5:26-27).

“Antes tomastes o tenda de Molech [Moloque], e a ESTRELA do vosso deus Reifan, figuras que vós fizestes para as adorar. Transportar-vos-ei, pois, para além de Bavel [Babilônia]” (Maassei Sh'lichim/Atos 7:43).


Com efeito, muitas religiões pagãs usam diversos tipos de estrelas como símbolo. Não obstante, a questão fundamental é: adotaram os israelitas um símbolo idólatra ou os idólatras que adotaram um símbolo israelita?

Esta pergunta é de assaz relevância, pois é da sabença geral que HaSatan (Satanás) imita muitas coisas que provêm de Elohim.

Há um dado arqueológico, desconhecido por muitas pessoas, que pode colocar uma pá de cal na questão. Na antiga cidade de Gibeon (Gibeão), foi encontrada uma estrela datada dos tempos bíblicos, e dentro dela está escrito “Yah”, em antigas letras hebraicas. Eis a foto:




Acima, temos a foto da estrela, extraída do livro Ancient Eastern Texts Relating to the Old Testament, Vol. 2, 1975, James B. Pritchard, ilustração 28.


Tal estrela é datada da época dos Juízes, ou seja, existia até mesmo antes do Rei David!!!

Percebe-se que a estrela acima era dedicada a YHWH, e não a deidades pagãs, pois, como dito, nela consta em paleo-hebraico o nome “Yah”, que é uma forma reduzida de YHWH, consoante se constata nos textos em hebraico de diversos Tehilim/Salmos (Salmos 68:5 [versões cristãs: Sl 68:4]; Salmos 77:12 [versões cristãs: Sl 77:11]; Salmos 89:9 [versões cristãs: Sl 89:8]; Salmos 94:12).

Logo, a famosa estrela existe antes de David, e era usada pelos israelitas como símbolo do próprio YHWH.

Na imagem acima reproduzida, evidencia-se grande semelhança com a moderna “Magen David” (Estrela de David, literalmente: “Escudo de David”):






Importante perguntar: quem é o “Escudo de David”?

A resposta é óbvia: YHWH!!!

“Tu és o meu refúgio e o meu ESCUDO; espero na tua palavra” (Tehilim/Salmos 119:114).

“Yisra'el, confia em YHWH; ele é o seu auxílio e o seu ESCUDO” (Tehilim/Salmos 115:9)

“Vós, os que temeis a YHWH, confiai em YHWH; ele é o seu auxílio e o seu ESCUDO” (Tehilim/Salmos 115:11).

“O meu ESCUDO é de Elohim, que salva os retos de coração” (Tehilim/Salmos 7:10).


E de onde os antigos israelitas tiraram a ideia de representar YHWH com uma estrela?

Resposta: da própria Torá, que estabelece uma profecia messiânica, correlacionando o Mashiach com uma estrela:

“Vê-lo-ei, mas não agora, contemplá-lo-ei, mas não de perto; uma ESTRELA procederá de Ya'akov e um cetro subirá de Yisra'el, que ferirá os termos de Mo'av [Moabe], e destruirá todos os filhos de Shet [Sete]” (Bemidbar/Números 24:17).


O texto acima citado sempre foi considerado uma profecia messiânica, pois o Targum Onkelos assim o comentou:

“Vê-lo-ei, mas não agora. Contemplá-lo-ei, mas não está próximo, quando o poderoso Rei da Casa de Ya'akov reinará. E o MASHIACH, o poderoso centro de Yisra'el, é ungido, e matará os príncipes de Mo'av [Moabe], e reduzirá a nada todos os filhos do orgulho...” (Targum Onkelos, Bemidbar/Números 24:17).


Por sua vez, o Targum Yerushalmi, ao parafrasear Bemidbar/Números 24:17, explica que o Rei Messias será o Redentor de Yisra'el:

“Um rei irá surgir a partir da casa de Ya'akov, um Redentor e Rei da casa de Yisra'el...” (Targum Yerushalmi, Bemidbar/Números 24:17).


De acordo com a Torá (Nm 24:17), uma estrela procederá de Ya'akov, e os Targumim identificam esta estrela como sendo o Mashiach.

É por esta razão que os israelitas, até mesmo antes de David, usavam a estrela, e o símbolo passou a ser conhecido posteriormente como “Magen David”/Escudo de David, visto que David é um protótipo do Rei Messias.

Curioso observar que a Estrela de David possui sete áreas internas e doze linhas externas que a formam. Segundo o rabino nazareno James Trimm, as seis áreas internas representam os seis dias da semana, enquanto a sétima área (a área central) simboliza o shabat. Por outro lado, as doze linhas externas representam as doze tribos de Yisra'el (There Shall Step Forth a Star Out of Ya’akov, James Scott Trimm).

Vale registrar que a estrela é formada por dois triângulos que se entrelaçam. No paleo-hebraico, a letra “dálet” era escrita como sendo 1 (um) triângulo. Logo, a Estrela de David, com 2 (dois) triângulos, equivale a duas vezes a letra “dálet”, que são justamente a primeira e a última letra que formam o nome hebraico DAVID.






Na foto acima, marcou-se de vermelho a letra “dálet”, que era escrita como sendo um triângulo. Assim, a Estrela é composta por dois triângulos, que são as duas letras “dálet” que formam o nome DAVID.


Explicou-se acima que, de acordo com a Torá e com os Targumim, a estrela é um símbolo da vinda do Mashiach. Tal ideia consta expressamente nos Ketuvim Netsarim, que retratou Yeshua HaMashiach como sendo uma estrela proveniente de David:

“Eu, YESHUA, enviei o meu anjo, para vos testificar estas coisas nas kehilot [congregações]. Eu sou a raiz e a geração de David, a resplandecente ESTRELA da manhã”
(Guilyana/Apocalipse 22:16).


Percebe-se na passagem bíblica citada que Yeshua é simbolizado como a “Estrela da Manhã”.

Em uma antiga sinagoga nazarena, foram encontrados artefatos em que os netsarim (nazarenos) usavam a Estrela. Eis as imagens:










Na foto acima, ampliou-se o desenho contido na pedra, achada na antiga sinagoga nazarena. Há a seguinte inscrição: “para o óleo do Espírito”.


Os artefatos acima ilustrados foram encontrados no antigo bairro essênio em Yerushalayim (Jerusalém), em uma gruta que estava ao lado de uma sinagoga nazarena no monte Tsion (Sião). Tal sinagoga foi construída depois do ano 70 DC, com as pedras do Templo que havia sido destruído pelos romanos. Há certo consenso entre os pesquisadores que os artefatos descritos são nazarenos, datando do segundo século. É inegável que a estrela era usada pelos netsarim (nazarenos), consoante as imagens expostas acima.

Ora, se os próprios discípulos de Yeshua usavam a estrela, obviamente, entendiam que o símbolo não era pagão. Em verdade, de acordo com a transcrita passagem de Apocalipse 22:16, a estrela é um símbolo do próprio Mashiach – a Estrela da Manhã!

Mister observar que a Estrela de David possui 6 pontas, enquanto as estrelas de religiões pagãs detêm, em regra, 5 pontas. Confira a estrela de cinco pontas:







É sabido que muitas seitas idólatras também usam estrelas de 6 pontas, tal como a Estrela de David. Porém, como já asseverado, HaSatan tenta imitar Elohim, inclusive valendo-se da mesma simbologia. Como dito, os próprios netsarim (nazarenos) usavam a Estrela com seis pontas, inferindo-se daí que o símbolo não era reputado pagão!

Destarte, os talmidim (discípulos) de Yaohushua podem e devem usar a citada Estrela, porquanto esta era empregada pelos nossos antigos irmãos netsarim (nazarenos) para simbolizar Yeshua HaMashiach, a Estrela da Manhã (Apocalipse 22:16)!!!


PROXIMA
ANTERIOR
Click here for Comments

0 comentários: